Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008

Preocupações ambientais

 

proibido

«Puribido por licho na vala» em Carvalhais de Lavos

 

Edu

Terça-feira, 22 de Abril de 2008

22 de Abril - Dia da Terra

 

ambiente terra

 

Hoje, dia mundial da Terra, devemos reflectir um pouco sobre os nossos actos ambientais. Há pequenas coisas que podemos fazer todos os dias para ajudar a reduzir a emissão de gases estufa e causar menos impacto prejudicial ao meio ambiente.

O site HowStuffWorks sugere 10 coisas que pode fazer para ajudar a salvar a Terra. 
  
1. Tomar atenção na maneira se faz uso da água. As pequenas coisas podem fazer uma grande diferença. Toda vez que fechar a torneira enquanto estiver escovando os dentes, estará a fazer algo bom. Tente beber água de torneira em vez de água engarrafada, assim, não estará a desperdiçar todas aquelas embalagens também. Lave a roupa em água fria sempre que puder.

 

2. Deixe o carro em casa. Se conseguir ficar sem carro apenas 2 vezes por semana, reduzirá as emissões de gases estufa em uma média de 720 Kg por ano.

 

3. Caminhe ou vá de bicicleta até o trabalho, à escola e a qualquer lugar que puder. Pode reduzir a emissão de gases estufa enquanto queima algumas calorias, além de melhorar sua saúde. Se você não consegue caminhar nem andar de bicicleta, use veículos de transporte de massa ou faça uma viagem em grupo, em um carro particular, para o local de trabalho ou estudo. 

 

4. Recicle. Se estiver indeciso na escolha de dois produtos, opte por aquele com menos embalagem. Se um prédio de escritórios com 7.000 trabalhadores, reciclasse todos seus restos de papel de escritório durante um ano, seria o equivalente a tirar quase 400 carros das ruas.

 

5. Adubo. Reduzir a quantidade de dejectos sólidos que produz num ano significa ocupar menos espaço em áreas usadas como depósito de lixo. Além disso, a compostagem é um óptimo fertilizante natural. Ao transformar seus dejectos em compostagem, pode reduzir a quantidade de lixo que você envia a depósitos.
 

6. Troque suas lâmpadas. Lâmpadas compactas fluorescentes duram 10 vezes mais do que uma lâmpada padrão e utilizam pelo menos dois terços a menos de energia. 

 

7. Torne seu lar mais eficiente em termos de energia e economize dinheiro. Limpe os filtros de ar, de modo que seu sistema não tenha de trabalhar em tempo adicional. Obtenha um termóstato programável, de modo que você não esteja desperdiçando energia quando não estiver em casa. Quando for dormir, reduza a rtemperqatura do termóstato - não sentirá falta daqueles graus extras de calor ou de ar condicionado enquanto estiver dormindo.

 

8. Faça a manutenção de seu carro. Pneus vazios diminuem a economia de combustível em até 3% e levam a um aumento de poluição e maiores emissões de gases estufa. O facto de não estarem cheios também aumenta o desgaste do pneu, de modo que economizará dinheiro a longo prazo se fizer a verificação da pressão do pneu.


9. Conduza de modo mais inteligente. Diminua a velocidade - conduzir a cerca de 90 km/h em vez de 110 km/h na estrada proporciona uma economia significativa economia. Acelerar e travar de forma muito abrupta pode, na verdade, reduzir a economia de combustível.

 

10. Desligue as luzes quando não estiver na sala e tire da tomada os fios dos electrodomésticos quando não estiverem sendo utilizados. Leva apenas um segundo para ficar consciente em relação ao meio ambiente.

 

 

Cabe a cada um de nós dar o nosso pequeno contributo.

 

 

Edu
 

sinto-me:
publicado por netoscity às 12:22
link | Comenta... | Adiciona aos teus favoritos
Domingo, 8 de Julho de 2007

Apenas preocudo!

Hoje organizaram-se 2 eventos de carácter mundial! A escolhas das 7 maravilhas do Mundo a propósito do dia 07-07-2007 e, o Live Earth com a realização de vários concertos para sensibilizar todo o planeta sobre os cuidados ambientais que deveremos ter. Um deles, o segundo, a esta hora ainda esta a decorrer com os concertos por todo  o mundo fora, incluindo Portugal no Pavilhão Atlântico.

Não compreendo porque dois eventos de nível mundial tiveram de ser organizados no mesmo dia, fazendo com que à nível mundial a atenção das pessoas se repartisse.

A escolha das 7 maravilhas do mundo serviu apenas para marcar este dia como uma data em que o planeta se uniu para escolher algumas das muitas “marcas” elaboradas pelo homem no decorrer da sua história por esse mundo fora para já não falar da promoção turística que Portugal retirou deste evento só pelo facto de o ter organizado no seu território.

O Live Earth, com um assunto muito importante para todos nós, na minha opinião muito mais importante do que a escolha das maravilhas do mundo, é um evento que deve chamar-nos a atenção para aquilo que estamos a fazer ao nosso planeta.

Aquilo que me preocupa de facto é o poder político e os interesses económicos darem pouca atenção a este assunto.

Al Gore, actual responsável pela chamada de atenção em relação ao Aquecimento Global, necessitou de deixar a política para poder dar atenção a este assunto. O papel que desempenha neste momento abraçando esta causa, tem sido indiscutivelmente fundamental no chamamento à razão de toda a nossa má “actuação” no planeta terra. Contudo, pergunto-me eu, se ele tivesse sido eleito em 2000 como Presidente dos Estados Unidos da América se teria abraçado esta causa como o está a fazer!?

Penso que não. Ambiente VS Política e Interesses Económicos é algo que não combina no actual estado de coisas no nosso mundo. E foi necessário Al Gore deixar a política para fazer, e muito bem, aquilo que está a fazer

Penso que será necessário acontecer uma catástrofe à nível mundial para que de facto coloquemos as mãos na consciência e pensemos na nossa forma de “actuar” no mundo para não o prejudicarmos como temos feito até agora.

Não é com eu ou tu a separamos o lixo todos os dias, a fecharmos a torneira enquanto lavamos a louça ou a andarmos de transportes públicos para ir para o trabalho que vamos fazer a diferença. Se fizermos isto, de facto, estamos a ajudar o nosso planeta mas é suficiente!? E  as industrias que continuam a laborar emitindo gases para atmosfera, derramando resíduos nos lagos, rios e mares, continuando a colocar no mercado carros que não utilizam as energias renováveis e pouco poluentes. A nossa dependência pelo petróleo está a matar-nos mas não há forma de nós separarmos dela.

Não sei como poderemos dar a volta a esta situação! Contudo, a chamada de atenção já foi feita inúmeras vezes e continuará a ser feita.

Façamos o que pudermos para melhorarmos o nosso planeta.

Fil

sinto-me: ...
publicado por netoscity às 00:55
link | Comenta... | Adiciona aos teus favoritos
Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2006

VERDADE INCONVENIENTE

Algumas verdades são difíceis de ouvir porque, se tu realmente as ouves, e entender que elas são realmente verdade, então tu tens que mudar. E mudar pode ser muito inconveniente.

 

Caros amigos,


Arrisco-me a afirmar que assistir ao filme "Uma verdade inconveniente" é um dever ético para todos os habitantes do planeta Terra. O filme é uma óptima e corajosa aula sobre aquecimento global do ex-próximo presidente dos EUA Al Gore.


Imagino que este filme seja um sucesso de bilheteiras.


O trailer do filme encontra-se no link abaixo: 

http://www.youtube.com/watch?v=TUiP6dqPynE

 

O seu endereço oficial: 

http://www.climatecrisis.net/

Lançado em Fevereiro passado no Festival Sundance e celebrado como uma obra cult no último Festival de Cinema de Cannes, o filme “Uma Verdade Inconveniente” já foi visto por milhões de pessoas, principalmente nos Estados Unidos. Protagonizado por Al Gore, o filme é uma severa advertência para a Humanidade sobre a responsabilidade do Homem nas mudanças climáticas. É um documentário ambientalista e, por isso mesmo, político. As imagens, chocantes, mostram as actuais alterações que o nosso Planeta está vivendo e elas são, também, a evidência da irresponsabilidade dos políticos que se negam a reconhecer a urgência de tocar no assunto e o pouco tempo que resta para evitar a catástrofe total.


Em 2008, Al Gore fará 60 anos, quarenta deles dedicados à ecologia. Depois de ter perdido a eleição presidencial do ano 2000 - mesmo tendo vencido no voto popular -, e após ter sido defenestrado pelo seu próprio partido, Al Gore retirou-se para sua fazenda no estado do Tennessee para repensar a vida. Foi ali, olhando o rio que corre ao longo de sua fazenda, que decidiu assumir definitivamente a sua condição de ambientalista; uma filosofia de vida que começou quando era um universitário contestador na Universidade de Vanderbilt, em Nashville, pátria da country music. 

 

Al Gore iniciou a longa viagem para o conhecimento, principalmente em auditórios universitários, como anos antes já o tinha feito no Congresso dos EUA, quando era Senador na década de 70, convencendo seus pares sobre o perigo do aumento do buraco da Camada de Ozono, que culminou, felizmente, na assinatura do Protocolo de Montreal. Naquela ocasião o inimigo principal era Bush-pai, que o apelidara de “Homem-Ozônio”. Por causa da veemência das suas palavras no Congresso, os republicanos costumavam dizer que Gore injectava lítio nas veias para ficar tão aceso.

 

Al Gore deixou de lado a sua frustração de ter sido “o ex-próximo presidente dos EUA” e partiu para a batalha contra as mudanças climáticas. Foi assim, com toda essa bagagem, que decidiu fazer palestras ao longo dos EUA consciencializando a população, principalmente universitária, sobre este grave problema planetário. Um factor decisivo foi a devastação de Nova Orleans pelo furacão Katrina, que além do impacto climático, revelou uma nação paralela vivendo com um estilo de vida até então desconhecido pelos estadunidenses. A miséria social revelou-se a maior tragédia provocada por uma política oficial que se nega a admitir a importância do Protocolo de Kyoto.

 

Com apoio da melhor tecnologia da Apple, combinando humor, desenhos animados e tabelas com comprovados dados científicos, optou por uma apresentação multimédia mediante a qual ele explica à plateia as graves consequências que o aquecimento global está causando no nosso Planeta. Gore já fez a apresentação mais de mil vezes em auditórios de escolas e salas de conferência de hotéis em cidades grandes e pequenas.


O filme narra, em duas histórias paralelas, a vida de Al Gore e uma de suas palestras perante um público principalmente jovem. Al Gore fala de sua vida simultaneamente para Guggenheim e o público, revelando as surpreendentes e emocionantes etapas da sua vida pessoal.


”Uma Verdade Inconveniente” é o primeiro depoimento franco e aberto de um dos protagonistas da política mundial das duas últimas décadas a reconhecer a possibilidade da autodestruição do Planeta. Mesmo que o caminho tivesse sido aberto por Mikhail Gorbatchov, que também está dedicando a sua vida ao meio ambiente, principalmente às questões relativas à geopolítica dos recursos hídricos na Cruz Verde Internacional, foi o activismo de Al Gore que abriu o caminho para que a luta ambiental se instalasse dentro do próprio Congresso dos EUA. Actualmente, nos mais altos estamentos políticos, já se questiona abertamente o modo de vida das sociedades industrializadas.


No filme e nas suas palestras, Al Gore destrói com dados concretos os três grandes mitos existentes sobre o aquecimento global:


- Sobre as dúvidas quanto à realidade do efeito estufa, ele confirma que milhares de estudos científicos provam que o aquecimento é real e que constitui uma séria ameaça para a vida no Planeta.

 
- Sobre se as políticas ambientais afectam a economia dos países, ele demonstra com modelos económicos de autorizadas personalidades do mundo que as políticas públicas baseadas num planeamento ambiental estimulam as economias dos países.


- Que o aquecimento global não é somente um ciclo natural da Terra, mas o resultado das actividades humanas no campo industrial.


As informações que fornece são exaustivas e definitivas. Um dado concreto é que quase todas as actividades industriais dependem do desflorestamento e da desidratação da Terra. Além do corte das árvores para produzir madeira industrializada e carvão vegetal, a construção de hidroeléctricas para gerar energia eléctrica com as suas indispensáveis barragens é responsável pela inundação de enormes áreas emissoras de gases de efeito estufa, reduzindo a camada atmosférica e aumentando o nível térmico mundial. Algumas das consequências do desflorestamento são a desertificação, as secas, as inundações e o incremento do número de furacões, tufões e outros tipos de tempestades de grande dimensão. O aquecimento atmosférico que derrete as calotas polares leva ao desnível das águas oceânicas e a mudanças radicais nos ecossistemas e na capacidade imunológica de todos os seres vivos.

 

Face a esse catastrófico cenário, Al Gore insiste em que “a solução para a crise climática global exige uma acção rápida, sábia e grande da nossa parte”. Na mensagem aos empresários, ele lembra que “se destruirmos o Planeta não haverá economia que sobreviva”. E ataca frontalmente a causa principal: a cultura dos países industrializados concentrada no consumo, na ganância e na expansão dos negócios em níveis insustentáveis. Todos esses conceitos os ambientalistas do mundo inteiro conhecem de longa data. O inédito é que um político do mais alto nível executivo e legislativo da maior potência do mundo afirme, com todas as letras, que é necessário mudar de vida para que o Planeta possa sobreviver". 

 

Fil

 

sinto-me: preocupado
Sábado, 11 de Novembro de 2006

Vamos agir com ética ambiental!!

Hoje e durante os próximos tempos vou trazer a este blog a temática ambiental. Face à actual situação de “crise” do nosso ambiente pretendo sensibilizar-vos e aprofundar os vossos conhecimentos sobre formas de ajudar o meio ambiente. É importante conservar e evitar maiores danos no mesmo. Comecemos por nós, consumidores e cidadãos deste mundo. Passemos a agir com ética ambiental! Sabem quais são os três “R” para o consumidor? Redução, Reutilização e Reciclagem. Vou começar por vos dar algumas dicas para reduzir energia. Agradece o meio ambiente, as nossas carteiras e as gerações vindouras!!

 

·        Utilizem, sempre que possível, a electricidade em vez de pilhas. 

·        Procurem utilizar pilhas recarregáveis e com baixo teor de mercúrio;

·        Para acender a lareira, evitem usar acendedores (feitos a partir de petróleo) e optem por tiras de casca de laranja seca que também deixam um cheiro agradável.

·        Utilizem lâmpadas compactas fluorescentes porque duram mais e gastam 25% da energia que gasta uma lâmpada incandescente. 

·        Utilizem, sempre que possível, apenas uma lâmpada em vez de várias.

·        Não coloquem alimentos quentes, embalados em papel jornal ou caixa de papelão no frigorífico ou congelador.

·        Verifiquem a vedação da porta do seu frigorífico: coloquem uma folha de papel nas bordas da geladeira e fechem a porta em cima dela; se a folha sair com facilidade, as borrachas de vedação devem ser substituídas.

·        Coloquem líquidos em recipientes com tampas.

·        Não desliguem o frigorífico ou congelador para ligar na manhã seguinte.

·        Façam o degelo quando a camada de gelo atingir a espessura de aproximadamente 1 cm.

·        No Inverno, regulem o termostato para a posição de frio não muito intenso.

·        Lavem a frio na máquina da roupa e da louça (economiza cerca de 75% de energia na máquina da roupa e até 90% na máquina da loiça).

·        Programem o monitor do computador para que este se desligue automaticamente depois de um período específico de inactividade - pouparão mais energia do que usando a protecção de ecrã (vulgarmente designada screensaver).

sinto-me:
tags:

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30


.arquivos

. Abril 2011

. Julho 2010

. Maio 2010

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.posts recentes

. Preocupações ambientais

. 22 de Abril - Dia da Terr...

. Apenas preocudo!

. VERDADE INCONVENIENTE

. Vamos agir com ética ambi...

.links

.subscrever feeds