Domingo, 4 de Maio de 2008

Ah ah ah ah! Esta notícia só me dá vontade de rir!

<Há seis mil gerentes e directores de empresa que garantem ganhar apenas o salário mínimo. Nestas empresas, portanto, nem um trabalhador tinha um vencimento mais baixo do que o do responsável máximo. E nas mais pequenas, o vencimento médio dos líderes rondava os mil euros, brutos. "Pouco realistas" e "pano para mangas para o Fisco", são algumas expressões usadas por empresas de recrutamento, conhecedoras dos salários correntes usados no mercado, para classificar a declaração de valores tão baixos, mesmo em tempo de maior aperto económico como o actual.

Os dados foram apurados pela maior base de dados laboral portuguesa - os Quadros de Pessoal (neste caso, de 2006, os mais recentes), a cargo do Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP), do Ministério do Trabalho. Nesse ano, o salário mínimo foi de 385,90 euros, bruto. Por lei, está isento de IRS mas não se livra de entregar perto de 40 euros (11,5%) para a Segurança Social. Ou seja, os seis mil gerentes e directores asseguraram levar para casa apenas 343,45 euros, todos os meses.

Estes seis mil gerentes disseram ganhar exactamente o salário mínimo, mas muitos outros declaram ganhar uns euros mais. Segundo o GEP, o salário médio bruto nas empresas até quatro trabalhadores é de 863,61 euros - 712 depois de descontar impostos e Segurança Social.>...

 

para ler mais clica AQUI.

 

De facto, só tenho vontade de rir com esta notícia!

Eu acredito que estes gerentes tenham feito isto.

Então e o carro com que andam e que está em nome da empresa!?

Então e as despesas com combustível, portagens e outros custos que apresentam na empresa quando vão tratar de assuntos pessoais, quando vão passear no fim de semana, quando vão de férias!?

Então e os custos com viagens que apresentam na empresa quando vão de férias e as justificam como custos de representação!?

Então e as facturas com refeições que apresentam na empresa como custos, recebendo ainda no seu rendimento o subsídio de alimentação!?

Pergunto eu, de acordo com o previsto na lei, estes valores também são declarados como sendo um rendimento auferido!?

Pois claro que não! Mas a empresa pode suporta todo este tipo de custos.

Não critico os gerentes por fazerem isto. Critico sim é a falta de fiscalização, o que permite que estas práticas sejam possíveis no nosso país.

 

Fil

 

fonte: Jornal de Notícias

sinto-me:
publicado por netoscity às 14:08
link do post | Comenta... | Adiciona aos teus favoritos
|
5 comentários:
De O_voo_do_lobo a 7 de Maio de 2008 às 12:04
Como eu costumo dizer, há mais vermes soltos do que os empalados num anzol...

;)


De Atento a 8 de Maio de 2008 às 18:54
Caro Fil,

Então e a segurança social (23.75%) que pagam por cada trabalhador, e por eles próprios? Acha que algum trabalhador conta com isso, quando discute o ordenado ou se queixa que ganha pouco?

Então e o facto de se a empresa der para o torto, o gerente não tem direito a fundo de desemprego? Depois de ter criado empregos para outros?

Então e os contratos de trabalho, que só protegem o empregado? Este pode ir-se embora quando lhe apetecer, dando o pré-aviso. Já para a empresa, se ele é efectivo, não é bem assim.

E sim, bem sei das falcatruas e situações precárias de muitas pessoas, mas há que diferenciar as grandes - EDP, PT, Sonae, etc - das pequenas. As grandes, fazem o que lhes apetece, e se sai alguem, há mais 10 na fila para entrar; as pequenas, dependem dos poucos recursos que têm, e à mínima coisa, o Estado cai-lhes em cima.

Eu já fui empregado, e empregador; palpita-me que o caro Fil, apenas foi empregado.


De Atento a 8 de Maio de 2008 às 20:22
Já agora, caro Fil, e para melhor ilustrar as maravilhas de ser um pequeno empresário português, proponho-lhe o seguinte exercício:

1. Comece uma empresa, bastam 5000 euros. Para facilitar, digamos que é uma pequena empresa de serviços: assim não precisa de ter stocks, máquinas, etc.

2. Retire uns 500€, para formalidades, registos, etc.

3. Alugue um espaço, digamos um pequeno escritório com condições razoáveis. Talvez 750€ /mês, já incluindo electricidade, internet, limpeza, etc.

4. Vai precisar de uns computadores baratos, equip. escritório, secretária, software básico, etc. - digamos 2000€ (bem por baixo).

5. Convém ter um contabilista - digamos 150€ /mês.

6. Suponhamos que precisa de comprar 2 carros: conte com uns 1000€ /mês, já incluindo seguros, impostos, etc.

7. Comece agora a contratar as pessoas. Anúncios, entrevistas, etc. Vai reparar no seguinte:
- todos querem vínculos tão longos quanto possível.
- todos falam em ordenados líquidos.
- todos vêem as suas regalias (férias, subsídios, dias de baixa, etc) como direitos inalienáveis, independentemente de a empresa correr bem ou mal.
- todos falam nas suas responsabilidades, mas raramente nas deles.
- alguns deles estarão na entrevista, no horário laboral dos seus empregadores actuais (é um pouco como iniciar uma relação com alguém que está a trair o marido/esposa).

8. Contratado o pessoal, tem de lhes dar formação, e atribuir as funções. Alguns vão correr bem, outros menos, e alguns podem até falhar por completo.

9. Aos que falham, e caso não os despeça logo no período experimental, prepare-se para lhes pagar também os proporcionais dos subsídios, etc. Ou seja: pagou, para ter maus resultados, e para perder o seu tempo. Pareciam tão promissores na entrevista, não era? Pois, acontece.

10. A menos que tenha encontrado pessoas excepcionais (e se sim, por favor dê-me os seus contactos), prepare-se para ter de os motivar, orientar, pedir resultados, punir quando necessário, vigiar os mais duvidosos, e tentar manter os melhores. Isto todos os dias. Caso eles encontrem alguma hesitação ou desleixo em si, irão replicar isso, ao quadrado.

11. Pronto, já tem o seu dia-a-dia. Falta apenas:
- pagar a renda, os carros, as deslocações, e outras despesas.
- o contabilista, o advogado (se tiver), e os fornecedores.
- o Estado: se se atrasar no IVA um dia que seja, leva logo uma multa de 20% (salvo erro). e fique sabendo que se não pagar mesmo, pode ir para a cadeia.
- o Estado: a segurança social, as retenções de IRS, etc. senão, já sabe: multa e da grossa.
- o Estado: se tiver algum lucro que se veja, já sabe: uma bela fatia vai para o Estado.
- lidar com os seus clientes: se houver algum problema, já sabe com quem eles vão querer falar.

12. Ah, já me esquecia: caso não corra bem, não conte com a ajuda do Estado. Criou postos de trabalho? Azar. Criou riqueza para o país? Azar. Entretanto ficou sem nada, e não sabe o que vai fazer a seguir? Azar! Tivesse trabalhado para outros, em vez de criar o seu negócio: ao menos tinha o subsídio de desemprego por uns tempos.


E já agora... quando bebe um café, ou uns copos com os amigos, pede sempre factura, certo? Porque senão, está a contribuir para a fuga escandalosa desses empresários, ao nosso justo e útil dinheiro dos impostos! E depois, quem paga os BMW topo de gama, dos próximos ministros?


De Anónimo a 8 de Maio de 2008 às 23:58
E que grande lição levas-te aqui.
Eu já fui "mau" gerente e nunca tive ordenado; a minha empresa não tinha resultados para tal.


De Pedro Silva a 14 de Maio de 2008 às 19:14
Então não fosses mau gerente!!
Se não tens unhas não queiras tocar viola!


Comenta...

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30


.arquivos

. Abril 2011

. Julho 2010

. Maio 2010

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.posts recentes

. Via Sacra

. Festa à Divina Misericórd...

. Cartaz da Festa em honra ...

. Festas em Honra de Santa ...

. Tradição - Partida de 1 d...

. A Lagoa das Queridas

. Festas de S.Tomé

. Inauguração da Capela dos...

. It's time to say goodbye ...

. Preocupações ambientais

. O Santo da Internet

. 4 de Novembro de 2008

. O site da Carne

. O dia depois do Magalhães

. A proposito da crise fina...

. Mais uma...

. Erotismo para alertar men...

. Figueira da Foz na Catalu...

. S.Tomé 2008

. Nova Ponte dos Arcos

. Aumento repentino do pode...

. Falta um ano para irmos a...

. Bloqueio chegou ao fim...

. O Euro 2008

. Expo Artesanato

. O sinal de localidade!?

. Utentes

. Pôr do Sol na Figueira da...

. O Maestro arrumou as bota...

. Já lá vão três

.links

.Movimentos

 

 

Movimento QTBGPO

 

Personal Blogs - Blog Catalog Blog Directory Estou no Blog.com.pt BlogBlogs Add to Technorati Favorites

.subscrever feeds