Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2007

Circulação em Rotundas - Um conselho útil!

Depois de me aperceber da disparidade de formas como a circulação em rotundas foi ensinada nas escolas de condução, e como já estou farto de querer sair de uma rotunda e deparar com um ou mais labregos que não querendo sair na mesma saida, la teimam em se colocar a minha direita, aqui coloco a recomendação de DVG em relação á forma de circulação nas mesmas.

Espero que não seja novidade para ninguém!

 

Circulação em rotundas

Tendo em conta as disposições aplicáveis do Código da Estrada, na redacção que lhe foi conferida pelo Decreto-Lei nº 44/2005, de 23 de Fevereiro, constantes dos artºs 13º, nº 1; 14º, nºs 1 a 3; 15º, nº 1; 16º, nº 1; 21º; 25º; 31º, nº 1, c) e 43º e as definições referidas no artº 1º do mesmo Código, na circulação em rotundas os condutores devem adoptar o seguinte comportamento:

1- O condutor que pretende tomar a primeira saída da rotunda deve:

  • Ocupar, dentro da rotunda, a via da direita, sinalizando antecipadamente quando pretende sair.

2 - Se pretender tomar qualquer das outras saídas deve:

  • Ocupar, dentro da rotunda, a via de trânsito mais adequada em função da sída que vai utilizar;
  • Aproximar-se progressivamente da via da direita;
  • Fazer sinal para a direita depois de passar a saída imediatamente anterior à que pretende uilizar;
  • Mudar para a via de trânsito da direita antes da saída, sinalizando antecipadamente quando for sair.

Sinalização de manobras:

  • Todas as manobras que impliquem deslocação lateral do veículo decorrente da mudança de via de trânsito ou saída da rotunda devem ser previamente sinalizadas.

Espero que seja um conselho útil!

Abraços

Ass: Shorty

sinto-me:
música: OVO_ Track5-Não conselho
publicado por netoscity às 12:23
link do post | Comenta... | Adiciona aos teus favoritos
|
39 comentários:
De Hugo a 24 de Outubro de 2007 às 20:53
Será que são os outros que são labregos, ou será você que não sabe interpretar o Código da Estrada e ou o referido esclarecimento da DGV, resumindo.
Quando pretender sair, ao passar a saida imediatamente anterior á qual vai efectuar a saída, fazer sinal (vulgo pisca) e mudar para a via de trânsito da direita antes da respectiva saída. Ora se efectuar estes procedimentos, com certeza que não se vai deparar com nenhum " labrego" á sua direita.
Cuidado, é que a manobra que habitualmente faz para sair das rotundas, pode dar-lhe inibição de conduzir de 1 a 12 meses. (infração ao nº3, do Artº14, do Código da Estrada).
Não leve a mal o meu comentário, pois só o fiz desta forma, em virtude de ter chamado labregos aos outros individuos, que segundo o Artº14, nº3 do C.E, os manda circular pela direita...


De Edu a 25 de Outubro de 2007 às 16:34
O Hugo diz :"Quando pretender sair, ao passar a saida imediatamente anterior á qual vai efectuar a saída, fazer sinal (vulgo pisca) e mudar para a via de trânsito da direita antes da respectiva saída. Ora se efectuar estes procedimentos, com certeza que não se vai deparar com nenhum " labrego" á sua direita."
Será que nunca verificou que muitos condutores que querem virar à esquerda, numa rotunda, contornam toda a rotunda pela direita?
Mesmo que efectue todos os procedimentos correctamente poderá deparar-se com um " labrego" à sua direita.


De Hugo a 25 de Outubro de 2007 às 18:26
Carissimo Edu, não lhe posso dar razão no seu ponto de vista, pelo simples facto, que se o Srº efectuar os procedimentos correctos, para efectuar a respectiva saída de uma rotunda, aquando da saída, é impossível ter alguém á sua direita, a não ser que haja alguém a circular na berma, ora, fora da faixa de rodagem, o que também não é permitido.
Já no que refere a lei, a mesma diz que "os condutores devem utilizar a via de trânsito mais conveniente ao seu destino,..." é a isto que provávelmete se refere que não deveria ter ninguém á sua direita. Mas atenção a lei também o diz e alem do mais esta prevalece sobre a anterior, que " só é permitida a mudança de direcção (acontece sempre da esquerda para a direira á saida das rotundas), depois de tomadas todas as devidas precauções" o que não acontece com os condutores que vão pela faixa da esquerda e se atravessam literalmente no meio da rotunda para efectuarem a sua saída.
Isto não é o meu ponto de vista, é simplesmente a aplicação da lei, não sei é como existem tantos condutores com duvidas na circulação nas rotundas.


De shorty a 26 de Outubro de 2007 às 16:38
Caro Hugo! Como vejo que não nos entendemos com palavras, sugiro que sigas o seguinte endereço:

http://semrede.blogs.sapo.pt/arquivo/rotunda.jpg

Pode ser que com um desenho nos consigamos entender.



De Fil a 28 de Outubro de 2007 às 17:25
Não me parece que o Sr. Hugo consiga perceber com um desenho aquilo que o post tenta elucidar.
Penso que está tão obcecado com a lei que não consegue perceber o que está aqui escrito e com certeza que tem tido a sorte de numa rotunda nunca lhe ter aparecido nenhum"labrego" pela direita com intenções de ir para a esquerda.


De Anónimo a 14 de Novembro de 2007 às 22:20
Ora boas, só hoje me lembrei de passar por aqui novamente, mas desde já respondo ao Sr Shorty e ao Sr FIL.
Pensa, os Srºs. que eu só devo perceber as coisas com desenhos, mas enganam-se, pois vejam vocês o desenho e como podem verificar as viaturas que efectuam a saída estão obrigatóriamente a efectuar a saída pela faixa da direita. Pois já em relação ao texto que se encontra numa caixa negra dentro do desenho, cuidado com o mesmo, pois deve ser da autoria do autor do artigo em que a figura saiu e não da lei, nem do legislador.
Mas já agora só mais um pormenor em relação ao comentário do Srº FIL, pois quando se refere ao facto de eu estar obcecado pela lei, isso não é verdade, pois simplesmente lhe estou a dar um bom conselho, bem como útil, pois atreva-se a fazer o contrário do que digo e depois caso tenha um acidente, vai ver que quando for considerado culpado, se vai lembrar do meu comentário e talvez aí admitir que tenho razão no que aqui escrevo e que afinal, não estava obcecado pela lei.


De Hugo a 14 de Novembro de 2007 às 22:22
Peço desculpa, de não me ter identificado no comentário anterior, mas o anónimo sou eu.
Obrigado pela compreensão e a discução, desde que seja construtiva, é sempre saudável, um bem haja a todos.


De Hugo a 14 de Novembro de 2007 às 22:33
Desculpem a minha insistência, mas talvez assim consigam perceber o que eu tanto tento aqui explicar.
consultem o link abaixo e vejam as figuras ou desenhos. que explicam como é expressamente proibido sair pela faixa da esquerda.

http://www.automotor.xl.pt/0706/100.shtm


De Filipe a 24 de Setembro de 2008 às 11:22
Se o condutor que circula na via B, comprir o art. 14 e a recomendação é impossivel haver colisão. Dá 50/50.


De Jorge Pinto a 26 de Outubro de 2008 às 12:28
Infelizmente para mim há pouca gente como o Senhor, ou seja, que sabe circular numa rotunda, pois preciso que muita gente circule pela esquerda e resolva fazer dessa mesma rotunda um cruzamento, e assim provoque muito acidentes, pois eu preciso de trabalhar.

Cumprimentos


De BG a 7 de Julho de 2008 às 12:15
Os labregos, se circularem pela direita, nunca são responsáveis por nenhum acidente ocorrido numa rotunda.
Os Xicos expertos que fazem as rotundas a "direito", esses sim.


De Mário Oliveira a 28 de Janeiro de 2011 às 15:08
Não,os ue circulam SEMPRE pela fila da direita não são labregos. São mais estúpidos que uma bota da tropa...


De ANTONIO FURTADO a 25 de Maio de 2008 às 15:19
ATENÇÃO À CIRCULAÇÃO PELA DIREITA, NAS ROTUNDAS AS
REGRAS SÃO OUTRAS.... APRENDAM, PORQUE DE FACTO A MAIORIA SÃO LABREGOS......


De Jorge Pinto a 26 de Outubro de 2008 às 12:05
Fico contente por saber que ainda há quem sabe circular nas rotundas e fazem o uso para o qual elas foram criadas, pois de contrário continuavam a ser cruzamentos.

Mas parece que a maioria dos condutores são mesmo labregos pois acham que estão no Reino Unido, mas... ainda bem pois se não existissem eu não tinha trabalho...
Cumprimentos.


De Hugo Rocha a 17 de Janeiro de 2011 às 20:46
Acho que tu é que não sabes interpretar a lei, pois se assim o soubesses não dizias tantos disparates.

Informa-te ou então Vê:

http://www.youtube.com/watch?v=e6ZptkeQzH0


De a 5 de Setembro de 2008 às 13:35
Não percebo como há gente a defender a condução dentro da rotunda pela direita. Para isso, só existia uma faixa na rotunda!!!! ia toda gente na mesma faixa para qualquer uma das saídas!!! se existe mais do que uma faixa nas rotundas, é precisamente para a mais eficiente utilização das mesmas. O automobilista que deseja sair na 1ª saída vai pela direita, agora o automobilista que deseja sair na 2ª ou 3ª, vai pela esquerda como é óbvio, não vai percorrer toda a rotunda na faixa da direita, impedindo a fluidez do transito. Repito, se toda a gente só utilizasse a faixa da direita, qual a finalidade da rotunda ter mais do que uma faixa?


De Sofia a 18 de Setembro de 2008 às 21:31
Esta manhã, curiosamente, tive oportunidade de testar as múltiplas teorias de circulação em rotundas! Fui considerada culpada dps da minha viatura ter sido interceptada a sair da faixa do meio por um labrego que fez a rotunda toda pela direita e ia sair na ultima saída...lol.A polícia tirou kk dúvida...esse conselho da DGV de circular à dta qd se sai na 1ª saída, meus caros, n é nd mais k conselho...QQ LABREGO QUE FAÇA TODA A ROTUNDA PELA DTA TEM SEMPRE PRIORIDADE!!!Posto isto fikei c o prejuízo e vou voltar a fazer as redondinhas todas , não à labrega , mas à esperta cm sp fazia;)


De Sofia a 18 de Setembro de 2008 às 21:39
ah.lol...e sendo filha, neta e namorada de agentes do transito o que esteve no local rematou: "Ó menina! Nem que a rotunda tivesse 10 saídas...circula-se sp pela dta! quem n o faz tem de parar p deixar passar quem está pela dta!"Acreditem que eu chamei a policia por achar mt estranha esta forma de circular; por esta ordem de ideias o tansito nas rotundas está a ser dificultado...Vão por mim, n arrisquem passar pelo k passei hj;)


De Fil a 20 de Setembro de 2008 às 11:16
Obrigado por partilhar connosco o seu infeliz acontecimento.
Este tema tem suscitado tantas dúvidas e tantas opiniões que afinal ninguém sabe como se deve andar nas rotundas.
O que mais me espanta é aquilo que o agente de trânsito lhe disse. Com certeza que ele não tem culpa naquilo que diz porque deverá estar a cumprir ordens.
Contudo, não me parece que vivamos numa Anarquia, onde qualquer um faz aquilo que lhe apetece, pelo que se a DVG elaborou esta recomendação, com certeza que o fez em prol da fluidez do transito bem como da segurança dos condutores.
O problema me parece estar nas cabeças das pessoas que insistentemente, por alguma falta de senso e sensibilidade, continuam a transitar nas rotundas de uma forma completamente incorrecta.
O conselho que deixo é que continue a fazer as rotundas como antes fazia mas que tenha "um olho no Burro e outro no Cigano".


De Filipe a 24 de Setembro de 2008 às 11:08
Concordo com a recomendação, e até a pratico, mas o problema é que os labregos tanto andam no transito como a legislar, A Lei, A Regra é que quem muda de fila perde a prioridade, que força tem uma recomendação em relação a isto, tenho conhecimento de casos de acidentes cujo resultado é 50/50, isto se o condutor que circula à esquerda alegar que o outro não compria o art. 14 do codigo de estrada e a recomendação da DGV. Os seguros não deixam de prejudicar todos se for possivel. Mudem a Lei, dentro das rotundas tem prioridade quem muda de fila prá direita, simples, e esclarecedor. e é obrigatório sair na primeira saida.


De pedro a 20 de Novembro de 2008 às 14:35
amigos, passem por Viseu (cidade das rotundas) e façam um workshop. Lá sim, as rotundas são bem feitas e bem utilizadas. Por exemplo em Lisboa, cada rotunda parece ter a sua regra.


De FS a 20 de Novembro de 2008 às 15:31
Acho interessante são as cidades que têm rotunda e depois colocam semáforos nas Rotundas. Se querem ter semáforos não é mais fácil ter um simples cruzamento?!?!?


De Erico Rocha a 28 de Janeiro de 2009 às 10:53
Tomemos como exemplo a P. Marquês de Pombal e ponhamos toda a gente a circular pela via da direita (a 5ª) Que estupidez!!!
O Shorty tem razao. O resto são tretas
ervieira


De CAVE a 9 de Abril de 2009 às 16:39
Caros, não vão em tretas da ex-DGV.
Quem circula por dentro de muda de direcção corta a linha de trânsito do "labrego", logo é responsável se causar um acidente.
O problema não está no "conselho da DGV" está sempre no engenhocas que desenhou a rotunda. Só existe uma rotunda em Portugal, com nome próprio é em Oeiras. Nessa rotunda quem circula "à labrego", como eu por defeito ou porque não conheço o terreno que piso é obrigado a sair. Ponto final saiu e acabou. Se quizer voltar atrás vai até à proxima rotunda. Viva Oeiras


De rogermacaco a 21 de Abril de 2009 às 22:12
Depois de ler algumas destas resposta so tenho vontade de vomitar. Os utilizadores que chamam labregos a quem circula pela direita nas rotundas devem ser os mesmos que ( por exemplo na rotunda do marquês) atravessam as 5 faixas para o tunel quase em angulo recto sem sequer olhar para quem vai a sair e cumpriu a recomendação de se aproximar da saida antecipadamente. Pode ser que um dia aconteça a esses Srs o que aconteceu a um condutor que teve o azar de me bater no carro numa situação dessas. Não só teve de parar a conta como ainda saiu com umas marcas no corpo. Tudo porque ainda se achava com razão e começou a armar-se aos cucus. Quem é que foi o labrego?!? A seguradora nem fez perguntas...LOL


De joao a 27 de Abril de 2009 às 23:24
pois quanto á circulaçao nas rotundas, quem apanha a faixa da direita e nao sai na 1ª saida e só sai na segunda ou 3ª acho que de certo modo estará a ultrapassar pela direita quem apanha a faixa do meio para sair na devida saida que quer sem ser a 1ª logo perde a prioridade e tem de facultar a saida a quem se apresenta pela sua esquerda. de qualquer modo em caso de colisao este vai embater na parte mais á traseira do veiculo que se apresenta á sua esquerda logo embate por trás. visto até as proprias autoridades nao se entenderem com a circulaçao feita nas rotundas (por certo eles tambem circulam mal) o meu conselho é deixarem ir para as barras do tribunal e ai sim aplicar-se-á a regra esclarecida pelo IMTT.


Comenta...

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30


.arquivos

. Abril 2011

. Julho 2010

. Maio 2010

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.posts recentes

. Via Sacra

. Festa à Divina Misericórd...

. Cartaz da Festa em honra ...

. Festas em Honra de Santa ...

. Tradição - Partida de 1 d...

. A Lagoa das Queridas

. Festas de S.Tomé

. Inauguração da Capela dos...

. It's time to say goodbye ...

. Preocupações ambientais

. O Santo da Internet

. 4 de Novembro de 2008

. O site da Carne

. O dia depois do Magalhães

. A proposito da crise fina...

. Mais uma...

. Erotismo para alertar men...

. Figueira da Foz na Catalu...

. S.Tomé 2008

. Nova Ponte dos Arcos

. Aumento repentino do pode...

. Falta um ano para irmos a...

. Bloqueio chegou ao fim...

. O Euro 2008

. Expo Artesanato

. O sinal de localidade!?

. Utentes

. Pôr do Sol na Figueira da...

. O Maestro arrumou as bota...

. Já lá vão três

.links

.Movimentos

 

 

Movimento QTBGPO

 

Personal Blogs - Blog Catalog Blog Directory Estou no Blog.com.pt BlogBlogs Add to Technorati Favorites

.subscrever feeds