Quarta-feira, 27 de Dezembro de 2006

Ano Novo

   

·        O Ano-Novo é um evento que acontece quando uma cultura celebra o fim de um ano e o começo do próximo. Todas culturas que têm calendários anuais celebram o "Ano-Novo". A celebração do evento é também chamada réveillon, termo oriundo do verbo réveiller, que em francês significa "despertar".

·        A comemoração ocidenteal tem origem num decreto do governador romano Julio César, que fixou o 1º de Janeiro como o Dia do Ano-Novo em 46 a.C. Os romanos dedicavam esse dia a Jano, o deus dos portões. O mês de Janeiro, deriva do nome de Jano, que tinha duas faces - uma voltada para frente e a outra para trás.

 

 

E para nós o que significa o dia da passagem do ano-novo?`

Para alguns é bebedeira na certa, para outros vai ser um dia passado em casa com a familia e amigos, o que vai ser o meu caso pois passei o Natal a trabalhar, e não estejam à espera de sms´s a desejar um bom ano pq fiquei sem saldo quando mandei as de Natal., e vocês como vão passar o dia da transição do ano 2006/2007 ?

Agora vou desejar-vos um Feliz Ano-Novo

em Japonês:    明けましておめでとうございます                 

    (akemashite omedetou gozaimasu)

F.Mart

sinto-me: Próximo do fim (do ano claro)
publicado por netoscity às 18:23
link do post | Comenta... | Adiciona aos teus favoritos
|
Terça-feira, 19 de Dezembro de 2006

Prendas de Natal

 

Está a chegar o Natal (caso ainda não tenham reparado, ele anda por ai)!!!

 

Por estes dias passamos algumas consideráveis horas a comprar presentes e mais presentes para oferecer aos amigos, familiares, vizinhos, colegas e conhecidos.

 

Um dos maiores cuidados que temos ao comprar as prendas é o de escolher o papel de embrulho. Este passo é quase tão importante como a prenda em si (o primeiro impacto é bastante importante, por exemplo, nada de escolher um laço verde para um benfiquista ferrenho!!).

 

Existem prendas que todos nós recebemos nesta época que por vezes não damos o devido valor: peúgas e boxers. Se não existisse o Natal quando é que um homem renovava aquelas peúgas já com um buraco do dedo grande dos pés, ou os boxers que de tanto serem lavados já não têm elástico?!?

 

Outras prendas certas são os chocolates. Isto acontece quando uma pessoa já está tão farta de compras e mais compras, e se lembrou que ainda faltava a prenda para alguém. “Então o que é que vou oferecer?” Como todo o português tem sempre uma caixa de bombons em casa (porque alguém também lhe ofereceu) é só embrulhar! O doce sempre se come e tanto dá para menino ou menina, e com certeza ainda nos deixam provar!

 

Um bom Natal!

 

Edu

sinto-me:
Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2006

VERDADE INCONVENIENTE

Algumas verdades são difíceis de ouvir porque, se tu realmente as ouves, e entender que elas são realmente verdade, então tu tens que mudar. E mudar pode ser muito inconveniente.

 

Caros amigos,


Arrisco-me a afirmar que assistir ao filme "Uma verdade inconveniente" é um dever ético para todos os habitantes do planeta Terra. O filme é uma óptima e corajosa aula sobre aquecimento global do ex-próximo presidente dos EUA Al Gore.


Imagino que este filme seja um sucesso de bilheteiras.


O trailer do filme encontra-se no link abaixo: 

http://www.youtube.com/watch?v=TUiP6dqPynE

 

O seu endereço oficial: 

http://www.climatecrisis.net/

Lançado em Fevereiro passado no Festival Sundance e celebrado como uma obra cult no último Festival de Cinema de Cannes, o filme “Uma Verdade Inconveniente” já foi visto por milhões de pessoas, principalmente nos Estados Unidos. Protagonizado por Al Gore, o filme é uma severa advertência para a Humanidade sobre a responsabilidade do Homem nas mudanças climáticas. É um documentário ambientalista e, por isso mesmo, político. As imagens, chocantes, mostram as actuais alterações que o nosso Planeta está vivendo e elas são, também, a evidência da irresponsabilidade dos políticos que se negam a reconhecer a urgência de tocar no assunto e o pouco tempo que resta para evitar a catástrofe total.


Em 2008, Al Gore fará 60 anos, quarenta deles dedicados à ecologia. Depois de ter perdido a eleição presidencial do ano 2000 - mesmo tendo vencido no voto popular -, e após ter sido defenestrado pelo seu próprio partido, Al Gore retirou-se para sua fazenda no estado do Tennessee para repensar a vida. Foi ali, olhando o rio que corre ao longo de sua fazenda, que decidiu assumir definitivamente a sua condição de ambientalista; uma filosofia de vida que começou quando era um universitário contestador na Universidade de Vanderbilt, em Nashville, pátria da country music. 

 

Al Gore iniciou a longa viagem para o conhecimento, principalmente em auditórios universitários, como anos antes já o tinha feito no Congresso dos EUA, quando era Senador na década de 70, convencendo seus pares sobre o perigo do aumento do buraco da Camada de Ozono, que culminou, felizmente, na assinatura do Protocolo de Montreal. Naquela ocasião o inimigo principal era Bush-pai, que o apelidara de “Homem-Ozônio”. Por causa da veemência das suas palavras no Congresso, os republicanos costumavam dizer que Gore injectava lítio nas veias para ficar tão aceso.

 

Al Gore deixou de lado a sua frustração de ter sido “o ex-próximo presidente dos EUA” e partiu para a batalha contra as mudanças climáticas. Foi assim, com toda essa bagagem, que decidiu fazer palestras ao longo dos EUA consciencializando a população, principalmente universitária, sobre este grave problema planetário. Um factor decisivo foi a devastação de Nova Orleans pelo furacão Katrina, que além do impacto climático, revelou uma nação paralela vivendo com um estilo de vida até então desconhecido pelos estadunidenses. A miséria social revelou-se a maior tragédia provocada por uma política oficial que se nega a admitir a importância do Protocolo de Kyoto.

 

Com apoio da melhor tecnologia da Apple, combinando humor, desenhos animados e tabelas com comprovados dados científicos, optou por uma apresentação multimédia mediante a qual ele explica à plateia as graves consequências que o aquecimento global está causando no nosso Planeta. Gore já fez a apresentação mais de mil vezes em auditórios de escolas e salas de conferência de hotéis em cidades grandes e pequenas.


O filme narra, em duas histórias paralelas, a vida de Al Gore e uma de suas palestras perante um público principalmente jovem. Al Gore fala de sua vida simultaneamente para Guggenheim e o público, revelando as surpreendentes e emocionantes etapas da sua vida pessoal.


”Uma Verdade Inconveniente” é o primeiro depoimento franco e aberto de um dos protagonistas da política mundial das duas últimas décadas a reconhecer a possibilidade da autodestruição do Planeta. Mesmo que o caminho tivesse sido aberto por Mikhail Gorbatchov, que também está dedicando a sua vida ao meio ambiente, principalmente às questões relativas à geopolítica dos recursos hídricos na Cruz Verde Internacional, foi o activismo de Al Gore que abriu o caminho para que a luta ambiental se instalasse dentro do próprio Congresso dos EUA. Actualmente, nos mais altos estamentos políticos, já se questiona abertamente o modo de vida das sociedades industrializadas.


No filme e nas suas palestras, Al Gore destrói com dados concretos os três grandes mitos existentes sobre o aquecimento global:


- Sobre as dúvidas quanto à realidade do efeito estufa, ele confirma que milhares de estudos científicos provam que o aquecimento é real e que constitui uma séria ameaça para a vida no Planeta.

 
- Sobre se as políticas ambientais afectam a economia dos países, ele demonstra com modelos económicos de autorizadas personalidades do mundo que as políticas públicas baseadas num planeamento ambiental estimulam as economias dos países.


- Que o aquecimento global não é somente um ciclo natural da Terra, mas o resultado das actividades humanas no campo industrial.


As informações que fornece são exaustivas e definitivas. Um dado concreto é que quase todas as actividades industriais dependem do desflorestamento e da desidratação da Terra. Além do corte das árvores para produzir madeira industrializada e carvão vegetal, a construção de hidroeléctricas para gerar energia eléctrica com as suas indispensáveis barragens é responsável pela inundação de enormes áreas emissoras de gases de efeito estufa, reduzindo a camada atmosférica e aumentando o nível térmico mundial. Algumas das consequências do desflorestamento são a desertificação, as secas, as inundações e o incremento do número de furacões, tufões e outros tipos de tempestades de grande dimensão. O aquecimento atmosférico que derrete as calotas polares leva ao desnível das águas oceânicas e a mudanças radicais nos ecossistemas e na capacidade imunológica de todos os seres vivos.

 

Face a esse catastrófico cenário, Al Gore insiste em que “a solução para a crise climática global exige uma acção rápida, sábia e grande da nossa parte”. Na mensagem aos empresários, ele lembra que “se destruirmos o Planeta não haverá economia que sobreviva”. E ataca frontalmente a causa principal: a cultura dos países industrializados concentrada no consumo, na ganância e na expansão dos negócios em níveis insustentáveis. Todos esses conceitos os ambientalistas do mundo inteiro conhecem de longa data. O inédito é que um político do mais alto nível executivo e legislativo da maior potência do mundo afirme, com todas as letras, que é necessário mudar de vida para que o Planeta possa sobreviver". 

 

Fil

 

sinto-me: preocupado
Domingo, 10 de Dezembro de 2006

Amor

O  Amor tem muita ciência, e toda a gente tem direito e acesso a ela.

A  vida é a escola em que temos a oportunidade de aprender o Amor desinteressado e livre do medo e do temor. Como disse o sábio João: "O Perfeito Amor lança fora o temor..." O Amor tem mais prazer em dar do que receber. O Amor é a mais poderosa força do mundo! Maior do que a bomba atómica e as termo-nucleares, que a dinamite e a bomba de neutrões!

O Amor deve ser muito puro! O Amor sabe pedir e sabe receber. O Amor é cheio de magnetismo por isso ele atraí para a pessoa o que lhe pertence por direito.

As pessoas devem interessar-se pelo verdadeiro Amor. Como se aprende a Amar?

Tentar manter a mente calma e exercita-te a cada dia nesta ciência do Amor.

Expulsar do pensamento: a ansiedade, o medo, a raiva, o ressentimento, o ódio, o ciúme, a inveja. Estes são os inimigos do Amor.

A paz, a alegria, a harmonia, a calma, a bondade, e outros, que deixo ao teu estudo pessoal, são os amigos do Amor!

O Amor dá vida ao sexo! O Amor dá saúde ao doente! O Amor preenche todas as necessidades! O Amor dá alimentos a quem tem fome, veste os que não têm roupa. O Amor nunca falha! Nós falhamos e falhamos e nos levantamos  e erramos e aprendemos, e erramos, mas temos sempre um novo dia onde podemos sempre começar tudo de novo. O Amor não conhece o passado só o presente! O Amor dá oportunidade a cada dia para começarmos tudo de novo mesmo que tenhamos feito da nossa vida uma bagunça, um lixo! O Amor limpa varre e nos dá sempre a oportunidade de sermos nós só nós como somos! O Amor não permite cópias só originais por isso o Amor queima, elimina as cópias! Todos nós somos originais e merecemos respeito pelo que somos e pelo que queremos. E o Amor respeita isso mesmo. O Amor é a luz que ilumina todos os caminhos da nossa vida! Nós precisamos do Amor em todas as áreas! Louvado seja o Amor!!!!

E nós homens, se tivermos ao nosso lado as mulheres, o Amor será muito mais lindo.

Por isso, demos o devido valor às mulheres que nos rodeiam.

Sem elas, o Amor não existiria.

 

Fil

sinto-me: ...
tags:

O que as Mulheres fazem quando vão trabalhar

A uns dias estive num jantar de amigos. Todos eles estão casados e quase todos têm filhos. No meio do jantar, estávamos todos a falar da velha guerra dos sexos, nomeadamente sobre se os homens fazem ou não a lide da casa. Durante a  conversa um colega sai-se com o seguinte: “então e vocês mulheres que saem às 9h de saltos altos para ir trabalhar!”

 

De facto, esta afirmação tem todo o sentido quando pensamos em como, vocês mulheres, saem de casa de manhã para ir trabalhar. Ora vejamos:

 

- quando vocês saem de casa para ir trabalhar, deixam uma nuvem de odor dos perfumes caríssimos que os vossos maridos/namorados vos oferecem para outras pessoas inalarem e no final do dia chegam a casa já sem esse odor. Ou seja, o vosso marido/namorado não tem sequer a oportunidade que outras pessoas tiveram de contemplar-vos com o perfume que vos ofereceu;

                             

- quando vocês saem de casa para ir trabalhar, vestem-se de uma forma algo provocatória para dar nas vista. Sim, porque vocês mulheres adoram sentir que estão a ser observadas e aproveitam-se de nós homens para tal fim e nós, como totós, caímos que nem anjinhos. Mais uma vez, os vossos maridos/namorados não têm a oportunidade de vos contemplar durante as 8 horas em que vocês estão a trabalhar, mas os vossos colegas de trabalho sim;

                                         

- quando vocês saem de casa para ir trabalhar, calçam saltos altos. Vamos lá ver uma coisa. Para que os saltos altos no trabalho!? Será que vocês têm no trabalho uma prateleira nas alturas e necessitam de um ponto de apoio para lá chegar? Se for isso, então estão desculpadas. Um a parte, sabiam que saltos a partir dos cinco centímetros, provocam na coluna uma descompensação que incide negativamente sobre a saúde do esqueleto. Os médicos aconselham a só usar esse tipo de sapato quando vocês souberem que vai permanecer sentadas a maior parte do tempo;

                                      

- quando vocês saem de casa para ir trabalhar, pintam-se todas na cara! A base, o rímel, o batón, o vibrador (ups! este não é para aqui chamado), esses produtos vocês não dispensam antes de sair de casa. Se vão trabalhar para que precisam disto tudo? Afinal não vão para nenhuma festa de mascaras.

                                            

 

Vamos ver se alguma mulher consegue justificar todas acções matinais para irem trabalhar!

 

Fil

 

sinto-me:
Sexta-feira, 8 de Dezembro de 2006

És submisso? Estás a ser domesticados?

                          

 

Vocês já pensaram na informação que vêem e recebem todos os dias (tv, rádio, jornais, revistas, etc.)? Já pensaram porque é que só vemos novelas na tv ou programas com famosos e pseudo famosos!? E a quantidade de revistas cor-de-rosa que circulam nas bancas!? E os jornais que só falam de impostos, de manifestações porque surgem novas leis, dos piropos que os dirigentes do mundo do futebol enviam uns aos outros! E tantas outras coisas negativas.

Afinal onde é que são divulgas as coisas boas que acontecem por ai? Será que acontecem mais coisas más do que boas ou será que só acontecem coisas más!?

 

De seguida vou escrever sobre algo que ouvi e algo que já tive oportunidade de comentar com alguns de vocês.

 

Hoje em dia são os média que mais nos educam. A interiorização da educação deveria começar em casa e depois na escola mas hoje em dia os media educam muito mais. Dizem-nos o que é bom e o que é mau, quem é bom e quem é mau. Um factor determinante na formação da nossa opinião é o entretenimento. Mais a frente já explico porque e a que nível.

Por exemplo, a escola deveria ensinar-nos como ver televisão, como ler jornais e ouvir rádio, isto é, deveria, pelo menos, proporcionar-lhes formação crítica e uma reflexão sobre a forma como os média nos manipulam. Só a acção e a experiência levam ao verdadeiro conhecimento. O receio de perguntar é um resultado da domesticação.

Os poderosos, muitos por sinal, é que possuem os meios para formar ou deformar opiniões. Alguns deles são mesmo donos de editoras que publicam os livros que se usam na escola, dos jornais que se vendem nas bancas, das televisões. Enfim! Tirem as vossas conclusões.

Nós estamos a ser submissos quando deixamos de questionar tudo o que se passa e aceitamos como validos os valores que nos impõem.

Manter a ignorância significa manter as pessoas submissas. Um cidadão culto, pelo contrário, faz por conhecer o meio que o rodeia e tenta não ser vítima dele. Já pensaram nos Estados Unidos? Pensam que são os donos do mundo mas, apesar de “consumirem” muita informação, são o povo mais submisso e o mais ignorante.

Pessoas submissas dão aos filhos nomes de reis, princesas e gente famosa. Porque? Pensam que através do nome, pelo menos, os seus filhos podem alcançar, por exemplo, aquilo que as revistas do coração promovem: a vida fabulosa dos reis, príncipes, dos artistas, famosos e pseudo famosos. Mas mesmo estes são seres humanos com problemas.

O objectivo dessas mesmas revistas é relatar a vida dos outros para que não se pense na própria, pois no dia em que me puser a pensar na minha situação posso tornar-me um problema para quem manda. Se verificar que, afinal, a minha vida não tem nada de principesca, tentaria muda-la, não? Manter as pessoas simples, pobres, preocupadas com as histórias dos famosos, garante cidadãos anestesiados, passivos. É essa a função do entretenimento.

Outro exemplo da submissão. Não somos todos europeus? Mentira pois somos todos europeus mas uns ricos, outros pobres, outros sem trabalho e por ai adiante. Os media mostram-nos até a exaustão as imagens de crianças pobres de outros continentes para que, na nossa mente, fique a ideia de que não estamos mal. Afinal, os nossos filhos vão a escola, comem, não é? A mensagem que fica é: “Não te mexas, não reclames, sê obediente e humilde. Vê lá se queres que te aconteça o mesmo”.

Mas atenção porque a inteligência é aliada da idiotice, ou seja, os intelectuais, que por o serem, poderiam criticar este sistema de coisas, não o questionam e vivem bem pois vendem-se a esse mesmo sistema. E assim podem continuar a jogar este jogo sem questionarem as regras mas limitando-se a cumpri-las.

 

Então e tu, achas-te submisso neste sistema de coisas!?

 

Fil

sinto-me: diferente
publicado por netoscity às 22:28
link do post | Comenta... | Adiciona aos teus favoritos
|

Feriados

Um feriado sabe sempre bem, mas o facto é que nem sempre usufruímos deles. Se é feriado e estamos a trabalhar então é porque alguma coisa não está bem, ou o feriado calha no dia da folga e esta sim é uma maneira de eu o passar em casa ou então quando estou de férias e lá apanho um feriado pelo meio pq de outra forma no meu caso um feriado é um dia igual a qualquer outro, a única diferença que se nota é que anda mais gente na rua, isto se não estiver a chover claro.

E depois ainda se ouve gente a dizer que vida de funcionário público é  bom, digam-me lá voçês quantos estão a trabalhar neste dia feriado, vá lá digam, pois isso já eu sabia e como calha à sexta fim de semana prolongado.

A lei ainda diz que seja ele obrigatório ou facultativo, temos direito a uma retribuição, pois pois, retribuição onde é que tu andas que não te vejo.

Eu só estou para aqui a reclamar porque vou trabalhar, mas para quem não vai fica aqui um desejo de um bom feriado.

F.Mart

sinto-me: Com espirito Natalicio
Quarta-feira, 6 de Dezembro de 2006

Ser Português

 

Mas afinal o que é isto de ser Português?

 
No outro dia ao ver o programa do Herman Sic, no qual um dos entrevistado era o Carlos do Carmo, ouvi uma frase deste que retive: "Ser Português é uma profissão!"

Porquê uma profissão? Porque dá bastante trabalho.

 

Dentro dos Portugueses eu defino algumas categorias:

- O comum dos Portugueses é aquele que tem de lutar e trabalhar muito para conseguir um emprego, para ter uns trocos para pagar as suas contas fixas e, se lhe sobram uns trocos, pensa em juntar alguma coisa para fazer um pequeno pé de meia;

 

- O Português "deixa andar" é aquele não se preocupam com nada (a não ser procriar), depois basta fazer uma choradeira (que ainda dá algum trabalho) e o estado dá-lhe 1 casa, rendimento mínimo, alimentação gratuíta e com sorte ainda educa os seus filhos;

 

- O Português BM (BMW-Mercedes), é aquele que têm 1 pequeno negócio, e que anda permanentemente a estudar (estudar a maneira de fugir ao fisco - o que dá trabalho), para viver desafugadamente e sem preocupações;

 

- O conhecido Tuga é aquele que canalisa todos os seus recursos financeiros para a bebida e Futebol. Passa as tarde no café/tasca com conversas da bola, acompanhado do seu mata-bicho. Vibra com as vitórias do seu clube de futebol, não falando com ninguém na próxima semana se o seu clube perder 1 jogo.


- Os V.I.P's (Vamos invadir Party's) espelham a crise que anda por ai. Não têm nada para comer, são obrigados a aparecer em festas para poderem comer um simples rissol.

 

- O político Português é uma pessoa que tem sempre imenso trabalho, tem que decidir o futuro de 10 milhões de pessoas sentado numa cadeira. Pensar, pensar, ... Pensar?!? Como o trabalho é muito, têm sempre 1 secretária e vários acessores que o ajudarem (e que nos ajudam também!!!). Também tem 1 motorista particular para que possa despachar assuntos importantes enquanto viaja ("Então onde vamos jantar hoje?"; "Já marcou o meu hotel para este fim-de-semana?"; "Hoje vi uma manifestação de professores, mas ainda os há?";).
 

São apenas algumas das minhas visões irónicas de ser Português.

 

 

Edu

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30


.arquivos

. Abril 2011

. Julho 2010

. Maio 2010

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.posts recentes

. Via Sacra

. Festa à Divina Misericórd...

. Cartaz da Festa em honra ...

. Festas em Honra de Santa ...

. Tradição - Partida de 1 d...

. A Lagoa das Queridas

. Festas de S.Tomé

. Inauguração da Capela dos...

. It's time to say goodbye ...

. Preocupações ambientais

. O Santo da Internet

. 4 de Novembro de 2008

. O site da Carne

. O dia depois do Magalhães

. A proposito da crise fina...

. Mais uma...

. Erotismo para alertar men...

. Figueira da Foz na Catalu...

. S.Tomé 2008

. Nova Ponte dos Arcos

. Aumento repentino do pode...

. Falta um ano para irmos a...

. Bloqueio chegou ao fim...

. O Euro 2008

. Expo Artesanato

. O sinal de localidade!?

. Utentes

. Pôr do Sol na Figueira da...

. O Maestro arrumou as bota...

. Já lá vão três

.links

.Movimentos

 

 

Movimento QTBGPO

 

Personal Blogs - Blog Catalog Blog Directory Estou no Blog.com.pt BlogBlogs Add to Technorati Favorites

.subscrever feeds